Marketing Digital para Médicos: Você na era da internet

Em seu livro Marketing 3.0: from products to costumers to the human spirit, Philip Kotler, diz que, ao invés de tratar as pessoas simplesmente como consumidores, os gestores de marketing se aproximam deles levando em conta seu lado humano – seres com mentes, corações e espíritos.

A partir desse conceito, quando falamos em marketing digital para médicos temos como princípio mostrar o valor do seu serviço aos pacientes, sempre procurando destacar o seu diferencial e ao mesmo tempo oferecer a melhor experiência possível antes, durante e após a ida ao consultório. O marketing digital para médicos é uma estratégia que tem crescido e ganhado muitos adeptos em toda a área da saúde privada de forma geral.

Isso porque, essa é uma ferramenta que auxilia em um relacionamento mais duradouro e favorável com o paciente a fim de mantê-lo fiel à clínica e influenciá-lo a retornar sempre que precisar de serviços médicos. Ou seja, ficar de fora dessa rede é limitar suas opções de atuação e deixar terreno livre para que seus concorrentes que já atuam com o marketing digital para médicos ganhem o mercado.

O marketing digital para médicos pode ser iniciado a partir de ações simples, de baixo custo e com grande potencial de retorno. Em síntese, há diversas vantagens com o marketing digital médico:

● Conquistar novos pacientes;
● Fidelizar os pacientes atuais;
● Atingir um público determinado com as estratégias de marketing;
● Posicionar-se como uma autoridade em determinada especialidade ou tipo de tratamento;
● Economia de dinheiro com um marketing mais eficiente;
● Aumento de rentabilidade.

Abaixo, confira 5 dicas para você iniciar com essa ferramenta de maneira eficiente:

Confira aqui 15 cursos de Marketing Digital grátis

1. Tenha um site profissional

O site é uma ferramenta importantíssima de marketing digital. Perceba que todas as divulgações e estratégias que você utilizar serão criadas para que o seu público final entre em contato com sua clínica, obtenha informações sobre os serviços prestados, sobre você, sua clínica ou consultório. Sendo assim, é fundamental que ele seja profissional: atrativo, com fotos de qualidade, intuitivo, rápido e com textos bem escritos (claros e objetivos). Além disso, o site precisa ser responsivo — permitindo visualização para celular e tablets, visto que hoje a maioria dos acessos são feitos por dispositivos móveis.

2. Invista em SEO

Search Engine Optimization (SEO), trata-se de um conjunto de técnicas que fazem com que seu site ou blog indexem no Google, ou seja, são procedimentos e aplicações que possibilitam a você ser encontrado facilmente pelos motores de busca. As técnicas de SEO são diversas: analisar e planejar palavras-chave, verificar se seu site tem usabilidade, mensurar os resultados, entre outras.
Ou seja, de nada adianta você ter um site profissional se, quando seus clientes forem pesquisar, não o encontrarem. Guarde essa dica: aplicar estratégias de SEO é fundamental para ser encontrado.

3. Tenha um Blog em seu site e produza conteúdo de qualidade

As pessoas estão interessadas em entender o porquê de suas dores e pesquisam diariamente por soluções. Devido a isso, é fundamental criar um conteúdo de qualidade para que você se torne referência e autoridade na área.
Criar assuntos interessantes e que auxiliem as pessoas é importantíssimo e entra como aliado do SEO. Isso porque, quanto maior for a busca por artigos que você produz, mais o Google compreende que você tem autoridade no assunto e ranqueia bem o seu site, fazendo com que você tenha mais visibilidade. Assim, a probabilidade dos pacientes entrarem em contato e agendar consultas é bem maior.

4. Esteja presente nas redes sociais

Estar presente onde os seus clientes estão: nas redes sociais. Há poucos anos elas nem existiam, e hoje, se tornaram uma das maiores ferramentas de relacionamento e vendas. Elas fazem parte da nossa vida e, para o marketing digital para médicos ser um sucesso, é vantajoso que ele esteja vinculado às principais mídias sociais:
● Facebook;
● Instagram;
● LinkedIn
● Twitter.

Uma dica: caso você não tenha tempo ou disponibilidade para alimentar todas as redes sociais, foque em uma delas. Escolha a que melhor se adequa ao seu trabalho e mantenha ela ativa, além de sempre interagir com o seu público.

5. Fique atento às regras do CFM

O Conselho Federal de Medicina criou regras de publicidade médica que devem ser respeitadas por todos os profissionais da área na divulgação de seus serviços ou de suas clínicas. Veja algumas delas:

● Jamais anuncie uma especialidade que você não possui;
● Nunca tenha seu nome envolvido em propaganda enganosa;
● Não divulgue aparelhos ou preços para atrair novos pacientes;
● Não exiba fotos de pacientes;
● Não compartilhe informações que deixem a sociedade preocupada;
● É proibido prescrever receita ou consultar um paciente a distância.

Antes de iniciar a publicidade de sua clínica, confira o manual de publicidade médica. Assim, você conhecerá as normas em detalhes, de forma aprofundada.

Sabemos que a divulgação off-line já não é mais eficiente e suficiente. Por isso, é fundamental que um médico tenha conhecimentos sobre marketing digital. Ele fará a diferença, irá atrair novos clientes e fidelizar os antigos. Portanto, invista seu tempo estudando sobre as possíveis estratégias online para a área.

Baixe nosso e-Book (gratuito) e conheça 25 ações e práticas para tornar a sua clínica digital. Ou se preferir conversar com um de nossos consultores é só entrar em contato pelo comercial@emed.com.br que prontamente iremos lhe responder.

 

eMed Tecnologia - Todos os Direitos Reservados | www.emed.com.br - 2019