Como a inovação ajuda a enfrentar os desafios da saúde

A inovação é um fenômeno global, um tema contemporâneo que permeia vários segmentos da nossa sociedade. No Brasil, segundo dados da StartupBase, há 12,7 mil startups, das quais 3,62% na área de saúde e bem-estar. Estas startups resultaram na criação de 30 mil vagas de empregos e investimentos da ordem de US$ 1 bilhão em 2018. A área da saúde representa o quarto maior mercado de investimento em inovação.

De um lado, prontuários em papel, acompanhamento presencial e dificuldade de acesso às informações do paciente. Do outro, inteligência artificial, telemedicina, testes genéticos e diagnósticos por videoconferência. O mercado de saúde vive um momento único de transição, em que a ineficiência dá lugar à tecnologia; o papel é substituído pelo digital e as camadas de burocracia e lentidão do setor são rompidas pela disrupção.

Segundo Lloyd Brooks Minor, que assina o texto de apresentação de um estudo de tendências da Faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, ainda temos bastante o que percorrer na construção de uma medicina digital com amplo acesso a dados. Ao menos em comparação com outros setores.

Experiência do paciente: o conceito para implementar hoje mesmo na sua clínica

Tecnologias como realidade virtual, inteligência artificial e serviços médicos remotos devem ter um papel no futuro da saúde. Novas tecnologias são apostas para equilibrar aumento no número de idosos e déficit de profissionais de saúde.

A inovação em saúde deve partir de um pressuposto importante em qualquer segmento, mais especialmente na medicina. Trata-se do fato de que inovar implica a aplicação bem-sucedida de algo novo. Nesse contexto, um equipamento revolucionário é apenas uma invenção e a inovação tecnológica, uma ferramenta — ao menos enquanto elas não forem usadas de forma a gerar um valor superior para os pacientes.
As inovações que vêm sendo incorporadas nas últimas duas décadas devem revolucionar o engajamento do paciente, o gerenciamento do tempo dos profissionais e melhorar a qualidade do atendimento.

Como a tecnologia pode impactar diretamente no seu negócio? Confira aqui

O que vem ocorrendo é uma mudança de paradigma, por meio da qual estamos deixando o modelo de cuidado da doença para cuidado da saúde, que se apoia em pilares como bem-estar, prevenção e intervenção precoce. A inovação em saúde vem ganhando adeptos dia a dia e iniciativas vêm surgindo. É fundamental que este movimento siga avançando, e de forma acelerada, para que possamos ocupar um lugar de destaque nesse cenário.

Big data em hospitais

No ambiente hospitalar, instituições como o Hospital Israelita Albert Einstein já estão usando análises de big data para melhorar a eficiência de seus processos e a qualidade dos serviços prestados.
A fim de garantir a agilidade na assistência de pacientes em suas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), um grupo de pesquisadores do grupo de análises de big data da instituição desenvolveu um modelo para ajustar a escala médica por especialidade.

Utilize o Big Data na sua clínica ou consultório

Nós da equipe eMed, estamos sempre em busca de inovar e entregar o melhor produto para os nossos clientes. Nosso software é 100% na nuvem, com controle administrativo, faturamento TISS, agendamento online, assinatura digital, entre outros serviços que ajudarão você na gestão da sua clínica ou consultório médico. Para solicitar sua demonstração gratuita, entre em contato.

eMed Tecnologia - Todos os Direitos Reservados | www.emed.com.br - 2019